14 maio 2017

O Merecimento de O Quarto de Jack

Foto: UOL Cinema

Eu já pensava há alguns dias em fazer um post sobre esse filme mas eu não sabia como me posicionar direito sobre o que eu ia falar e esses dias eu estava em um desses sites sobre filmes e séries em que as pessoas costumam postar comentários sobre o que acharam das obras e coisas do tipo. Não sei o motivo mas quando eu entrei nos comentários do filme O Quarto de Jack eu me surpreendi que muitas pessoas reclamando que o filme faltava algo ou que também deveria mostrar a história pela perspectiva do sequestrador. Desse jeito eu juro que tentei ficar quietinha e não entrar nesse assunto mas eu não consigo.

Pra quem ainda não assistiu o filme vou fazer uma breve explicação sem dar spoilers (ou muito deles): O Quarto de Jack conta a história de uma mãe (Joy ou Ma) e seu filho Jack, eles moram em um simples quarto e desde início do filme você consegue notar que Jack sempre viveu toda a sua vida dentro daquele quarto e que as únicas coisas que ele conhecia era o que tinha dentro do espaço onde vivia e também o que assistia na TV que na maioria das vezes ele achava que não existiam. No meio de toda as cenas em que Joy mostra que é uma mãe incrível em que faz tudo pelo filho acabamos por descobrir que ela foi sequestrada há 7 anos e que Jack é filho do sequestrador, e também estuprador, e ela faz de tudo pra que não aconteça nada de ruim com ele lidando com o fato de ter que mascarar seus sentimentos e todo seu sofrimento de estar vivendo confinada em um lugar que ela não faz a mínima ideia de onde fica.


Foto: The NY Times


Uma das coisas que mais me tocou enquanto eu assistia o filme na sala do cinema era a forma como o diretor tratou um tema tão delicado e doloroso de uma perspectiva tão doce e encantadora que era a de Jack, o que sem dúvidas o ator Jacob Tremblay interpretou de uma forma que não existe palavras que descrevam como ele foi excepcional principalmente por em alguns momentos a inocência do personagem ser tão grande que nós fazia esquecer por meros minutos tudo de ruim que estava acontecendo ao redor. Não posso deixar de lado, é claro, a atuação esplêndida da Brie Larson que definitivamente entrou pra lista das minhas atrizes favoritas, a Brie entrou na personagem de uma maneira que nos fazia sentir como era difícil pra personagem em estar ali e fazer tudo aquilo.

O filme me fez refletir na vida, e me surpreendeu bastante em pensar até onde vai os seres humanos seja por uma coisa ruim, como o sequestro de Joy, mas também até onde ela foi pra cuidar, amar e literalmente dar a própria vida pelo filho e não deixar que ele tivesse já uma perspectiva ruim de viver. Então sim, o Quarto de Jack merece todo o reconhecimento que teve durante sua estréia, as indicações e os ganhos de prêmios, como o Oscar, por tratar de um tema que é de suma importância ser relatado na sociedade e por um ponto de vista em que as pessoas não estão acostumadas a imaginar. Uma história angustiante com um desfecho que te deixa sem palavras. Esse filme definitivamente vai ficar pra sempre na minha lista de melhores filmes! Obrigada Lenny Abrahamson pela direção e elenco que parece que foram feitos pra história e Emma Donoghue pelo roteiro e história que merecem o devido reconhecimento.

Foto: Divulgação


Eu decidi fazer esse post em especial ao Dias das Mães já que a Joy foi uma mãe maravilhosa pro Jack durante todo o filme. Vocês que já assistiram ao filme me contem o que acharam, se vocês tem a mesma opinião que eu ou é diferente. E vocês que ainda não assistiram espero que depois desse post o interesse de vocês tenham surgido ou aumentado porque eu digo que realmente vale a pena assistir!

8 comentários:

  1. O filme é maravilhoso! E perspectiva do sequestrador?? Que esse povo tem na cabeça????? O_O

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simm!! Caramba eu fiquei tão surpresa quanto você quando vi isso

      Excluir
  2. Acredita que ainda não assisti esse filme? Morro de vontade, adorei seu post. ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério?? Obrigada! E quando assistir o filme um dia me conta o que você achou haha
      Beijão

      Excluir
  3. Nunca assistiiiii, mas agora fiquei interessada migaaaa :O

    xox
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miga assiste! É muito incrível sérioooo!!!

      Excluir
  4. Parabéns pela resenha tão original original e bem escrita. Esse filme é muito triste, mas que nos faz ver a vida da melhor forma possível, por mais dolorosa que ela seja. Já falei de uma cena do filme no blog.
    Obrigado pela visita ao meu blog e estarei por aqui agora.

    Até mais,
    Emerson Garcia

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Sim, esse filme me fez refletir sobre tanta coisa e acho que foi uma das melhores coisas!

      Beijão!

      Excluir